MANCHAS BRANCAS

 

 

As manchas brancas na pele ou hipocromias podem ser causadas por muitos fatores, que variam de doenças de pele, como o vitiligo, a exposição prolongada ao sol ou mesmo aparecem depois de uma remoção de tatuagem ou queimadura de laser.

 

A descoloração da pele, forma manchas brancas que pode ocorrer em qualquer parte do corpo:

 

  • costas,
  • braços,
  • pescoço,
  • ombros,
  • pernas,
  • mãos
  • rosto.

 

Tanto o aumento da pigmentação da pele (hiperpigmentação), quanto à diminuição da pigmentação (hipopigmentação) podem ocorrer após um ferimento na pele, como um arranhão, uma lesão de acne, uma picada de inseto ou por processo inflamatório (pós laser, após remoção de tatuagens, entre outros).

 

As pequenas manchas brancas na pele indicam uma avaria dos melanócitos e a conseqüência é a falta de produção de melanina.

 

mao-vitiligo

 

VITILIGO

 

melanocitos

 

evolucao-vitiligo

 

TRATAMENTO:

 

Independentemente da causa das manchas brancas, o tratamento é o mesmo.

 

quelina

 

Os primeiros estudos publicados no tratamento de vitiligo foram nos anos 80. Em portadores do vitiligo, o uso da Quelina promove repigmentação.

 

A Quelina forma um complexo molecular de coloração escura com o DNA das células da pele, porém com baixa taxa de fotoligação. Com a irradição subsequente (365 nm), ela forma um composto fotoconjugado covalente com esse complexo.

 

A Quelina ativada pela exposição à UVA estimula a proliferação dos melanócitos e a melanogênese.

 

A quelina possui estrutura química relacionada com a dos psoralenos e apresenta propriedades fototerapêuticas e fotobiológicas similares aos mesmos. Contudo a quelina tem demonstrado ser mais segura, por ser menos genotóxica e fototóxica.

 

Quando combinada com radiação ultravioleta artificial (UV) A ou radiação solar (KUVA) apresenta resultados tão eficazes como a fotoquimioterapia com PUVA (Psoralenos e UVA).

 

A maior segurança da fototerapia com a quelina favorece na prática o tratamento domiciliar, administrado pelo próprio paciente e o tratamento de pessoas de pele clara.

 

Essas vantagens credenciam a quelina como tratamento alternativo a ser considerado no vitiligo e avaliado em outras condições patológicas onde a fotoquimioterapia seja indicada.

 

Procure seu profissional de confiança para obter maiores informações sobre esta e outras possibilidades de tratamento das manchas hipocrômicas.

 

 

Janete

Sobre Janete Grippa

Farmacêutica Bioquímica e Industrial pela UFMG, Especialista em produção Industrial de medicamentos, Professora de Pós-Graduação das Faculdades Fumec, UNA, Ciências Médicas, Estácio de Sá e C-Pós.Mestranda em Inovação Tecnológica Biofarmacêutica e Propriedade Intelectual pela UFMG. Diretora Técnica da Debonne