Espelho, espelho meu, que tipo de pele tenho eu?

 

 

 

Nós mulheres somos vaidosas por natureza, desde pequenas estimuladas a estar sempre bonitas e bem arrumadas, contamos com inúmeros apetrechos e artifícios para parecer sempre bela, rosada e com aspecto saudável.

 

O estado da nossa pele diz muito sobre nós.

 

Nosso sonho é ter uma pele sã (eudermia), mas, o que vem a ser isso?

 

É a pele que se apresenta em condições anatômicas, histológicas e fisiológicas normais, que não sofre alterações nem sequelas estéticas.

 

Classificação do tipo de pele, segundo Goglau 

 

  • PELE TIPO I: Sem rugas, efélides (sardas), textura ideal – 20 anos;

 

  • PELE TIPO II: Rugas ao movimento, pequenas alterações de pigmentação– 30 anos;

 

  • PELE TIPO III: Rugas no repouso,melasma, região zigomáticos, elastose solar – 40 anos;

 

  • PELE TIPO IV: Muitas rugas, telangiectasias, hiperpigmentação, hirsutismo e/ouhipertricose, maior possibilidade de tumoração.

 

Classificação quanto à exposição solar  Fitzpatrick

 

  • Tipo I:(muito sensível) queima facilmente e nunca pigmenta;

 

  • Tipo II: (sensível) queima moderadamente e pigmenta levemente;

 

  • Tipo III:(moderadamente sensível) queima levemente e pigmenta facilmente;

 

  • Tipo IV:(muito pouco sensível ou insensível) nunca queima e está sempre pigmentada;

 

  • Tipo V:nunca queima e pigmenta mais que a média;

 

  • Tipo VI:pele negra.

 

Para diferenciar, a pele feminina possui um Manto hidrolipídico mais fino​, pH médio 5,7​, relevo cutâneo fino​, espessura da epiderme fina​, mais fibras na cútis​ e menos e menores glândulas sebáceas​,enquanto que, a pele masculina apresenta um manto hidrolipídico mais espesso​, pH médio de 5,4​, relevo cutâneo grosseiro​, espessura da epiderme espessa, menos fibras na cútis​ e mais e maiores glândulas sebáceas.

 

Classificação quanto ao Biotipo Cutâneo (Eudérmica, Alípica, Lipídica, Mista)

 

  • Eudérmica ou Normal: Esse tipo de pele tem uma superfície lisa, aveludada, elástica, com umidade e brilhos naturais, não descama, não tem comedões (cravos), nem poros dilatados, mais comum em crianças e jovens até mais ou menos 12 anos. De todos os tipos de pele, essa é sem dúvidas a que menos apresenta problemas ou imperfeições, dispensa cuidados especiais, carecendo mantê-la limpa e protegida com hidratante e filtro solar contra os fatores ambientais negativos;

 

  • Alipídica ou Seca: A superfície é áspera e ressecada, os poros são pouco perceptíveis​, a pele é opaca, não apresenta brilho, pode irritar-se com facilidade, tendência à descamação, repuxamento e sensibilidade​, apresenta fácil desenvolvimento de linhas de expressão​, é o tipo de pele que requer mais cuidados;

 

  • Lipídica ou Oleosa: Superfície untuosa com tendência à formação decomedões fechados, óstios dilatados​, apresenta brilho excessivo​, pode apresentar descamação e eritema persistente no nariz e na testa (dermatite seborreica);

 

  • Mista: É um tipo de pele mais comum, apresenta na zona central (zona T – testa nariz e queixo) característica da pele oleosa, e nas laterais a pele é normal. ​

 

 

 

Giselda Sarti

Sobre Giselda Sarti

Graduada Fisioterapeuta pela Moacyr Sreder Bastos 2005, Pós-graduada pela Estácio de Sá em Dermato-Funcional, Especialista em Fisioterapia Neurológica Adulta pela AVM, casada, mãe de duas princesas, faz parte do quadro de especialista em Fisioterapia Dermato-Funcional do Instituto Vitaforma Águas Claras cuidando tanto facial quanto corporal.