BIOQUÍMICA DA BELEZA II: FATORES DE CRESCIMENTO E SEU FUNDAMENTAL PAPEL NA ESTÉTICA

 

 

Hoje, nosso artigo vai focar em um assunto que confunde muitos profissionais e clientes: os fatores de crescimento.

 

Sendo o alvo atual de praticamente TODAS as empresas de cosméticos, muitos profissionais os usam sem saber ao certo qual é o ideal e como ele age.

 

Do que de fato se trata o fator de crescimento?

 

O FC, assim o chamo, são proteínas que desempenham um importante papel na proliferação e regeneração da célula epidérmica, essas proteínas são reguladoras, mediadores biológicos que atuam no processo de regulação e regeneração.

 

São conhecidas mais de 50 espécies de proteínas que atuam como FC liberados por vários tipos celulares.

 

Eles podem ser divididos em duas grandes classes:

 

-Ampla especificidade: Atuam sobre muitos receptores, consequentemente sobre muitas classes celulares;

 

-Estreita especificidade:Atuam sobre células específicas.

 

FUNÇÕES NA ESTÉTICA

 

-Regeneração celular;

 

-Inibe os danos da radiação UV;

 

-Acúmulo de colágeno na pele;

 

-Melhor a aparência das rugas e linhas de expressão;

 

-Clareamento cutâneo;

 

-Sinalização intra e extra celular;

 

-Remodulação da Matriz Extra Celular;

 

-Melhora do aspecto e consistência da pele;

 

-Atua nos processos bioquímicos de regeneração e regulação.

 

ALGUNS TIPOS:

 

– Fator de crescimento epidérmico (EGF): Ajuda no combate a apoptose, promove a sobrevivência celular, migração quimiotática e supre a diferenciação terminal.

 

Muito usado na estética para clareamento, prevenção a hiperpigmentação pós inflamatória e diminuição da produção de melanina nos melanócitos.

 

– Fator de crescimento fibroblástico (FGF): Estimula células de origem meso, endo e ecto dermal, incluindo fibroblastos, queratinócitos, macrófagos e células endoteliais.

 

– Fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF): Estimula a proliferação de fibroblastos e reposição da Matriz Extra Celular, importantíssima em peles envelhecidas.

 

– (TGFb)Fator de crescimento transformador: Age como reparo, migração de células inflamatórias diretamente no sitio da lesão, no processo de angiogênese pela indução de proteínas da matriz extra celular.

 

– (VEGF) Fator de crescimento vascular endotelial.

 

– (IGF) Fator de crescimento insulínico.

 

COMO AGEM?

 

Segundo Werner (2007), estas moléculas exercem suas funções através da penetração no folículo piloso e glândulas sudoríparas.

 

O mesmo ainda propõe que, após a penetração destas moléculas na pele, ocorra a interação com as células da epiderme para produzir sinalização de citocinas, nas quais promovem efeitos sobre as células mais profundas: fibroblastos.

 

Hemostasia

 

– Infiltração de neutrófilos, plaquetas e proteínas plasmáticas na ferida iniciando a vasoconstricção;

 

– Liberação de fatores da coagulação pelas plaquetas, iniciando-se a coagulação;

 

– Liberação de outros fatores de crescimento e citocinas pelas plaquetas, atraindo os neutrófilos;

 

– Ação de macrófagos, monócitos e outras células necessárias para a cicatrização cutânea.

 

Inflamação

 

– Neutrófilos iniciam a fagocitose e atraem macrófagos;

 

Macrófagos continuam a fagocitose e a liberação de fatores de crescimento e citocinas adicionais, que atraem fibroblastos para o local, promove a angiogênese e estimulam o crescimento dos queratinócitos.

 

Proliferação

 

– Síntese de colágeno a partir dos fibroblastos;

 

– Formação de matriz a partir do colágeno novo.

 

Remodelagem

 

– As fibras de colágeno são remodeladas em forma de matriz organizada;

 

Fibras de colágeno adicionais anexam à matriz e são montadas em um novo tecido;

 

– Ocorre contração da ferida e fortalecimento do tecido.

 

Fonte adaptada: Richard e Fitzpatrick, 2005

 

FC e os Efeitos Anti-envelhecimento

 

– EGF;

 

– Queratinócitos e fibroblastos;

 

– Reduz e previne linhas e rugas pela ativação de novas células na pele;

 

– Desenvolve a uniformidade no tom da pele;

 

– Elimina cicatrizes e manchas da pele, recuperando sua aparência jovial.

 

FGFa (alfa fibroblastos)

 

– Melhora da elasticidade da pele;

 

– Induz síntese de colágeno e elastina.

 

FGFb (beta fibroblastos)

 

– Reduz e previne linhas e rugas pela ativação de novas células da pele;

 

– Repara cicatrizes e escoriações, rejuvenescendo a pele;

 

– Melhora a elasticidade da pele.

 

IGF Fibroblastos

 

– Melhora a aparência de rugas e linhas de expressão;

 

– Aumenta produção de colágeno e elastina;

 

– Reduz manchas avermelhadas.

 

TGFβ3 Fibroblastos

 

– Indução de proliferação, crescimento e diferenciação celular;

 

– Ação sobre o colágeno e a elastina.

 

Fonte: Metha e Fitzpatrick, 2007

 

APLICAÇÕES

 

Como podem moléculas de alto peso molecular penetrar na derme? Como podem estimular os fibroblastos?

 

De fato, a ciência ainda tem muito a estudar e descobrir, mas no presente, a interação e comunicação celular é a mais provável explicação. E vamos pensar comigo, se o cosmético consegue penetrar, imagina se aliado a microabrasão? Microcanais que ficam abertos até 24 horas?

 

Estou falando do microagulhamento, ele aumenta a permeação do ativo. Em minha experiência de mais de 3 anos com a técnica, de todos os cosméticos que já usei, iontos (iontoterapia, eletrolifting etc.) de colágeno e elastina, ácido hialurônico, os FC’S foram os mais eficazes, me concedendo uma resposta imediata a ação inflamatória.

 

Então você profissional pode usar sem medo ele. Lógico que aconselho você a preparar a pele, pois uma pele hidratada e livre de sebo permeia qualquer ativo que queremos.

 

Realize peelings antes da aplicação, um mês antes, prepare bem ela para que a técnica obtenha resultados mais que desejados e satisfatórios, surpreenda a você e seu paciente.

 

Como home care, indico sempre cosméticos com fatores de crescimento, é o coringa para melasmas, rugas, linhas de expressão, flacidez e principalmente estrias.

 

Espero ter ajudado a esclarecer um pouco sobre o uso deles e o que são.

 

Minha dica é: Prevenir é a melhor saída, use-os com consciência, alimente-se, medite, cuide da saúde do seu espírito e do seu corpo.

 

 

 

Fontes:

 

Revista brasileira de farmácia – artigo – http://www.rbfarma.org.br/files/rbf-2011-92-3-1.pdf
SINGLA, et. Al. 2012 – ROLE OF EPIDERMAL GROWTH FACTOR IN HEALING
YUN, et. Al. 2013 – EPIDERMAL GROWTH FACTOR
BLUMEMBERG, 2013 – PROFILING AND METAANALYSIS OF EPIDERMAL KERATINOCYTES RESPONSES TO EPIDERMAL GROWTH FACTOR

 

 

 

Jeovania

Sobre Jeovania Amorim

Fisioterapeuta Dermato Funcional (Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas), Esteticista e Terapeuta Holística (Humaniversidade), Especialista em Estética e Cosmética (Gama Filho-PE) atualmente acadêmica de Enfermagem (Universidade Federal de Alagoas). Apaixonada pela ciências da saúde, amo cuidar do ser humano como um todo, trato a estética com devoção, terapeuta holística por vocação.